Postagens

O mais recente.

100 melhores canções de Hard Rock de todos os tempos.

A lista abaixo é resultado da pesquisa feita pela rádio online Global Rock Radio. Envie sua lista para chuvaobliquoa@gmail.com ou everton_faustino@hotmail.com.

Global Rock Radio:  (Lista atualizada em 06/03/2020).

RankTítuloArtista1Stairway to HeavenLed Zeppelin2Hotel CaliforniaThe Eagles3Enter SandmanMetallica4Still of the NightWhitesnake5The Logical SongSupertramp6Back in BlackACDC7Magic PowerTriumph8Wish You Were HerePink Floyd9The Spirit of the RadioRush10ParanoidBlack Sabbath11RazamanazNazareth12If I Could FlyJoe Satriani13DreamsVan Halen14Too Hot to HandleUFO15Ain’t Talkin About LoveVan Halen16Pinball WizardThe Who17Life of MiseryGlenn Hughes18Change The WorldEric Clapton19Sometimes I Feel Like ScreamingDeep Purple20Carry On Wayward SonKansas21Love Will Find The WayYes22The Time of Your LifeNew Triumvirat23KayleighMarillion24Show Me the WayBadlands25Will You Be Home Tonight?Alcatrazz26Don’t Talk To StrangersDio27Love Ain’t No StrangerWhitesnake28SugarcaneCry Of Love29If Looks Coul…

#10 - The Writer

Imagem
The Writer - UFO (1982).
Mechanix

A tua verdade é um escândalo que me enjoa constantemente.
A tua inspiração é como a sede de sangue do serial killer.
As tuas palavras são como o veneno extraído da serpente.

A tua consciência é lasciva como um deputado federal.
O teu coração é como pedra sob a britadeira.
A tua austeridade é firme como o solo do pantanal.

Tu não escreve sentimentos por não ter coração.
Tu não escreve compreensão por não ter consciência.
Tu não escreve realidade por sonhar com a revolução.

Quando opinas é sempre superficial.
Quando opinas é sempre parcial.
Quando opinas mostra o quanto és imoral.

Tudo o que você quer é a manchete sensacional.
Tudo o que deseja é o nome no jornal.
Tudo o que almeja é o caos institucional.

Você é repórter, você é a verdade.
Você é jornalista, você é a notícia.
Você é colunista, você é a crueldade.

O Amor entre claves.
Christian Healer (02/02/2020).

Patrocínio:


#9 Flesh and Blood, George Lynch feat. Ray Gillen.

Imagem
A nova dica de Rock para ouvir antes de partir para Marte está às margens do Hard Rock, a canção é conhecida, provavelmente, apenas pelos aficionados por este estilo rock.


Esta oitava indicação traz à tona o talentoso guitarrista George Lynch, que os anos revelou-se um excelente compositor de rock. George Lynch iniciou a carreira de sucesso na banda de Heavy Metal Dokken, do vocalista Don Dokken. Após despedir-se da banda de Don Maynard Dokken, George Lynch partiu para a carreira solo e formou a banda Lynch Mob e posteriormente, em 1993 o primeiro álbum solo chamado Sacred Groove.
Nesta altura da carreira, George Lynch, reconhecido por seu talento no meio do Rock and Roll, conseguiu atrair para a participação de seu primeiro álbum solo ícones do Hard Rock, como Glenn Hughes e Ray Gillan, voz na faixa número 3 do álbum, titulada de Flesh and Blood.
Flesh and Blood é a personificação do talento musical de George Lynch, tanto pelo instrumento tocado quanto pela composição e pelos arran…

#8 - Eye to Eye - Fates Warning.

Imagem
A sétima indicação de Rock Para Ouvir Antes de Partir Para Marte é uma canção de 1991 da banda de Heavy Metal Progressivo Fates Warning. Logo após o lançamento de Parallels, a banda foi carinhosamente apelidada de Rush Metal, devido ao trabalho progressivo das músicas e o tom agudo de Ray Alder, similar o tom de Geddy Lee.
Eye to Eye é uma daquelas canções de rock que poderiam ser listadas na trilha sonora dos comerciais de televisão dos cigarros Hollywood, que utilizou muitos hits do rock no fim da década de 80 e início dos anos 90.
Eye to Eye é parte do álbum Parallels, talvez o mais expressivo de toda a carreira do Fates Warning. Traz na introdução o teclado característico das composições do Rock Progressivo com a pegada das guitarras do Hard Rock melódico do início dos anos 90.
No ano de 2005 o álbum foi listado na posição 371 da edição da revista “Rock Hard magazine's book of The 500 Greatest Rock & Metal Albums of All Time”, que na minha singela opinião tem Eye to Eye…

#7 - Watch the fire.

Imagem
A sexta indicação do Rock Para Ouvir Antes de Partir Para Marte surgiu com a genialidade do criador da gravadora italiana Frontiers em colocar em único projeto Jeff Scott Soto, Erik Martensson e Rober Säll, resultado das letras W (work of art), E (eclipse) e T (Talisman).
Talvez o único o nome que dispense comentários para a grande maioria de apaixonado por Hard Rock seja o de Jeff Scott Soto, por participações em álbuns de Yngwie Malmsteen e da banda Journey. Porém, os trabalhos de Erik e Rober em suas respectivas bandas, são também dignas de obras de arte do Hard Rock.
A recém-lançada Watch the fire é a sexta indicação deste blog. A música é certamente a melhor canção do projeto WET, poderosa, melódica, inquestionável.
A canção inicia com uma sugestão progressiva, com guitarra acompanhando a bateria e as vozes melódicas de Erik e Jeff Scott Soto, toda primeira sensacional parte culmina na explosão refrão de puro hard rock melódico.

A canção faz parte do álbum Earthrage, que como …

#6 Limelight - Às Ribaltas! - Rush.

Imagem
A quinta indicação deste blog é a canção Limelight da banda de Rock canadense, Rush, lançada como parte integrante do álbum Moving Pictures. Aliás, se não fosse o tempo de execução, incluiria Moving Pictures na lista de canções para ouvir antes de partir para Marte, também.
A canção Limelight tem na sua introdução a guitarra cuidadosa de Alex Lifeson, com notas que submetem à um clima de suspense, como que esperando o acender das ribaltas. Em sequência aparece a entrada da bateria de Neil Peart, entrada que é finalizada com duas batidas no prato. A primeira batida traz a sensação de estar fora do tempo da música, o que torna a segunda batida genial, como se fosse hora de iniciar o show.
A música segue perfeitamente com a entonação ritmada da voz colocada por Geddy Lee, como se cada bloco da construção devesse estar no lugar certo.
A canção é um alerta ao que o sucesso pode trazer e certamente, nunca estamos preparados, é preciso estar atento. Pois, como diz a canção, viver em um palc…

#5 Ordinary Man - Triumph (um retrato do Brasil atual).

Imagem
A indicação deste post, para você ouvir antes de partir, apesar de composta décadas atrás, é extremamente atual para os dias do Brasil. Fico imaginando a situação no Canadá na década de 80, pois é de lá que vem a banda de Hard Rock Triumph, para que uma letra tão contundente e atual, especialmente para os brasileiros, fosse escrita. 
A canção Ordinary Man foi lançada como parte do álbum Allied Forces em 1981, um ano antes da consolidação da Carta de Direito e Liberdades no Canadá e quando o parlamento canadense também passou a fazer emendas na constituição. Mais uma prova que o Rock também é politizado, participativo e atemporal.
Na segunda estrofe é como imaginar Rik Emmett escrevendo a letra da música no Brasil: Hey politician, can't believe a word you say (Ei político! Não acredito em uma palavra que você diz), Almighty media, whose truth d'you sell today? (Poderosa mídia, qual a verdade que você venderá hoje?), me limito em citar apenas o país em que vivo, porém é um retr…